Estratégia de prova

Olá, amigos fazedores de prova.

Venho aqui pedir uma ajuda da turma mais experiente.
No próximo domingo, dia 08/01/23, faço a minha primeira prova de concurso. Já tenho em mente mais ou menos como devo proceder durante a prova, mas gostaria de conhecer a visão de outras pessoas.
Como vocês costumam definir a estratégia de prova?
Deixam as matérias mais “fáceis” por último ou fazem primeiro? Como dividem o tempo? E português?

2 curtidas

Olha, eu tenho um ano nesse mundo de concurso, não sei se isso é experiente pra você (em 2022, prestei 12 provas e passei em 3 de nível superior).

Se a sua prova tiver raciocínio lógico, sugiro que deixe mais para metade ao final do tempo, faça primeiro as de teoria (porque a teoria, ou você sabe ou não sabe, enquanto a matemática você tem todo um raciocínio para construir etc. e isso desgasta mentalmente). Eu sempre começo pelas matérias específicas, porque, em geral, elas valem peso 2. E depois vou para os conhecimentos gerais (mas uma vez quase me ferrei fazendo isso, passei com a nota mínima nos conhecimentos gerais, ou seja, se eu tivesse errado uma questãozinha, estava eliminada kkkkkk enfim, aprendizado.)

Eu sempre levo energético, água e lanchinhos que não me sujem (para não rasurar o gabarito). Leve duas canetas e se atente a cor delas no edital: eu já cansei de ver gente se ferrando na prova do CESPE que só aceita caneta preta tendo que pedir caneta emprestada porque só levou a azul. Eu chego relativamente cedo no local de prova, mas, se as carteiras já são marcadas com o nome, só entro faltando bem pouco para iniciar a prova, para poder descansar em “pé” o máximo possível. Só entro “cedo” na sala se eu tiver a opção de escolher a carteira (atrás, no canto e na parede e longe de janelas e ar condicionado).

Quando me sinto estufada mentalmente, vou ao banheiro e faço alongamentos para ajudar a circulação do sangue.

Eu guardo 1h de prova no final para o gabarito (pela minha experiência, você gasta, em média de 30-40min preenchendo atentamente - utilize seu RG como régua para facilitar a marcação -, mas eu prefiro que sobre tempo do que falte hehe).

Embora eu tenha escrito tudo isso, vale um ensinamento poderoso: não existe estratégia prévia da prova, porque você a elaborou no seu “achismo abstrato” do que seria o teste, mas, lá na hora, você pode ter que “ajustar as velas” se se deparar com algo diferente do que havia imaginado. Mantenha a flexibilidade sempre!

Desejo muita sorte na sua prova, espero que tenha te ajudado de alguma forma.

3 curtidas

Eu faço as mais rápidas primeiro (não necessariamente as mais fáceis) e deixo as trabalhosas por último. É normal nas primeiras provas ceder à tentação de “brigar” com a questão. Fazendo e refazendo cálculos até achar a resposta certa. Isso também é estratégia da banca pra cansar o candidato. Deixe pra brigar com questões depois que todas as outras já foram respondidas.

2 curtidas

Ajudou muito sim, :smiley:. Obrigado!
Pretendo deixar as de exatas e contabilidade para o final mesmo, principalmente estatística, que caiu no meu edital, pois, geralmente, ela demanda muito tempo.

Muito obrigado por essa dica. Do jeito que eu sou posso acabar entrando nessa de brigar com a questão mesmo. Contudo, na hora da prova, o que importa é fazer o máximo possível dentro do tempo.

1 curtida

você estuda a quanto tempo para concursos públicos ???

Comecei em janeiro do ano passado hehe e você?

essa semana magislaura

Tbm sou do time de começar pelo que “eu acho que sei”

RLM sempre fica por último

Conheço uma pessoa que acredita, veemente, que a prova deve ser respondida conforme ordem pq, na visao dela, a banca organiza o conhecimento exigido progressivamente. E por isso ela responde na ordem…sempre…

Como tem “doido” pra tudo nessa vida eu acredito que RLM tem a unica finalidade de decidir, entre os melhores, quem ficará com a melhor colocação e vai ser chamando mais rápido. Não tem outra finalidade e acho isso uma baita de injustiça (cobrar matéria/assunto sem a menor relação com o cargo a ser ocupado. Se a intenção é eliminar ou classificar que faça uma questão fodorastica, ou que permita duplo entendimento, mas ao menos que esteja dentro do que será necessário para ela exercer o cargo. As bancas costumam cobrar mais matemática que lógica e isso é uma babaquice maior ainda a depender do cargo a ser ocupado)

Durante a prova não sinto fome. Costumo levar só barra de cereal e nada de líquido por questão de benheiro e o resto é a base do ódio mesmo kkkkkk

1 curtida